Devido ao Coronavírus, vendas via WeChat em três meses superam todo o ano de 2019 na China - Diggital
593
post-template-default,single,single-post,postid-593,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode_grid_1300,qode_popup_menu_push_text_top,qode-content-sidebar-responsive,qode-theme-ver-16.0.1,qode-theme-bridge,disabled_footer_bottom,wpb-js-composer js-comp-ver-5.4.7,vc_responsive

Devido ao Coronavírus, vendas via WeChat em três meses superam todo o ano de 2019 na China

Devido ao Coronavírus, vendas via WeChat em três meses superam todo o ano de 2019 na China

Nos três primeiros meses deste ano as vendas via WeChat já superaram todas as vendas realizadas na rede social em 2019, informa a plataforma chinesa de varejo online JD. De acordo com a empresa, o comércio eletrônico via grupos sociais teve um impulsionamento único, alimentado pelas consequências da pandemia de coronavírus.

A modalidade de venda online via grupos sociais em que produtos são recomendados para amigos, clientes e outras pessoas próximas existe desde 2010 na plataforma, entretanto somente em 2020 houve tamanha adesão.

A empresa também vem firmando parcerias com setores fortemente afetados pela pandemia, como é o caso do setor turístico. Nesta parceria, guias turísticos recebem treinamento de vendas online pela JD e passam a trabalhar como “guias de compras” da JD via WeChat para recomendar produtos a amigos, clientes e outras pessoas próximas.

Segundo Jiarui Liu, diretor do segmento de comércio eletrônico via grupos sociais da JD, “vendedores e guias turísticos de agências de viagens têm em comum a confiança que geram em seus clientes, em especial, mães jovens e mulheres de meia idade, e esta conexão é muito valorizada pela JD, sendo também uma boa maneira de explorar novos cenários de negócios. ”

Como parte da iniciativa de comércio eletrônico via grupos sociais, a solução armazenada em nuvem da JD também está ajudando as lojas offline a retomarem as negociações pós-pandemia. Após receber o treinamento, vendedores podem usar a solução para gerar pedidos e assim concluir transações. Até o momento, 54 mil usuários já concluíram vendas nesta modalidade.



%d blogueiros gostam disto: