Galpões logísticos das empresas já ocupam 240 campos de futebol - Diggital
652
post-template-default,single,single-post,postid-652,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode_grid_1300,qode_popup_menu_push_text_top,qode-content-sidebar-responsive,qode-theme-ver-16.0.1,qode-theme-bridge,disabled_footer_bottom,wpb-js-composer js-comp-ver-5.4.7,vc_responsive

Galpões logísticos das empresas já ocupam 240 campos de futebol

Galpões logísticos das empresas já ocupam 240 campos de futebol

 

POr Josette Goulart 15 mar 2021, 19h51

Amazon: 4 novos centros de distribuições. Mercado Livre: 4 novos centros de distribuições e dois a caminho. Magalu: mais 4. E por aí a conta foi indo durante o ano de 2020 em que o comércio eletrônico explodiu por conta da pandemia do coronavírus. O resultado é que os galpões logísticos passaram a ocupar mais de 1,7 milhão de metros quadrados no país, cerca de 80% a mais do que no anterior. Outros 1,2 milhão de metros quadrados devem ser ocupados neste ano, segundo dados da consultoria Cushman & Wakefield. A taxa de vacância está em 13%. Em 2017, era 23%. O advogado imobiliário Rodrigo Mutti, o escritório Silveiro Advogados, diz que 13% ainda é uma taxa alta de vacância, mas que isso acontece porque muitos galpões podem estar ainda em construção ou em péssimas condições, em lugares pouco favoráveis. Na região de São Paulo, o advogado conta que a procura por galpões é tão grande que um cliente seu quis comprar mesmo depois de saber que o galpão tinha pego fogo.

Leia mais em: https://veja.abril.com.br/blog/radar-economico/galpoes-logisticos-das-empresas-ja-ocupam-240-campos-de-futebol/



%d blogueiros gostam disto: